Barber2

A Palavra Líquida, do Sesc RJ, começa nesta terça (5/10) com programação 100% composta por mulheres

Por Da Redação em 01/10/2021 às 18:26:45

Reprodução

Em sua 6ª edição, evento literário reunirá em ambiente virtual nomes como Clara Averbuck, Elisa Lucinda, Lubi Prates, Tatiana Salem Levy, Ana Maria Gonçalves e Cristiane Sobral. Programação contará com oficinas de escrita criativa, intervenções poéticas e saraus, além de atrações em artes visuais, cinema, teatro e música. Agenda girará em torno do tema "Feminismos: Corpos múltiplos".

Nesta terça-feira (5/10), tem início a 6ª edição do A Palavra líquida, evento do Sesc RJ que reúne expoentes da literatura contemporânea em oficinas e debates, além de atrações artísticas de outras linguagens que dialogam com as letras. A programação, que se estende até o dia 10/10, é inteiramente gratuita e realizada em ambiente virtual. As transmissões serão pelo YouTube Sesc RJ, Instagram (@sescrio e @sescniteroi) e plataforma Teams, no caso das atividade formativas.


Nesta edição, o evento traz uma programação 100% composta por mulheres e que girará em torno do tema "Feminismos: Corpos múltiplos". A ideia é provocar a reflexão em torno da amplitude do feminino, suas tensões e diferentes realidades, bem como as muitas compreensões contemporâneas que visam dar voz e representatividade às perspectivas de cada uma

Escritoras como Clara Averbuck, Lubi Prates, Tatiana Salem Levy, Ana Maria Gonçalves, Cristiane Sobral, Cecília Floresta, Rosane Borges, Luisa Benevides, Priscila Obaci e integrantes do Coletivo Mulheres que Escrevem estão entre as atrações do evento, em debates, intervenções poéticas, saraus e oficinas de escrita criativa. A atriz, cantora e poeta Elisa Lucinda participa da programação com o show poético "Palavra é Poder". Lia de Itamaracá é uma das participantes do sarau "Poesia até o fim!"

Pesquisadoras, professoras e ativistas sobre temas relacionados a cor, gênero e classe também participam dos debates. Entre elas estão Vanusa Maria de Melo, reconhecida por um projeto de mediação literária a detentos do Rio de Janeiro; Giovana Xavier, historiadora, professora doutora da Faculdade de Educação da UFRJ e criadora do Grupo de Estudos e Pesquisas Intelectuais Negras; e Joyce Gravano, criadora de um espaço de aprendizagem em São Gonçalo voltado a reforço escolar e preparatório para concurso para mulheres em vulnerabilidade e pessoas egressas do cárcere.


ARTES VISUAIS

A partir de terça-feira, o público poderá fazer uma visita virtual à Exposição Sororidade, instalada na unidade Sesc Niterói. A mostra conta com obras produzidas por quatro mulheres atravessadas por questões interseccionais, mas unidas no enfrentamento da misoginia nos espaços das artes. São elas Amanda Freitas, Day Rosa, Dolores Esos e Mila Marques.


MÚSICA

Também no dia de abertura, acontece, às 20h, o live-show de Bia Ferreira e Doralyce. Elas são artistas do Coletivo Colmeia 22, um efervescente laboratório criativo que atua no cenário da Cultura com temas que remetem à vida coletiva, afetos e forças transformadoras.


TEATRO

No dia 8/10, às 20h, tem sessão virtual do espetáculo "Para Não Morrer", da atriz e diretora paranaense Nena Inoue, a partir da obra "Mulheres", de Eduardo Galeano. Com dramaturgia da Francisco Mallmann, a peça aborda temáticas feministas, atreladas a questões políticas e recupera a biografia de várias mulheres históricas, cuja importância a perspectiva dominante reduziu, deturpou ou simplesmente ignorou.


CINEMA

Na quarta-feira, dia 6/10, às 20h, ocorre a exibição e bate-papo sobre três filmes cujas perspectivas de suas cineastas revelam diferentes olhares dentro do universo feminino. São eles "Café com Rebu", "Mais que um corpo" e "TEKO HAXY – ser imperfeita". Participam do papo virtual as diretoras Danny Barbosa, Ana Squilante e Sophia Pinheiro. No dia 7/10, às 21h30, ocorre a transmissão do filme "Chega de fiu-fiu", dirigido por Amanda Kamanchek e Fernanda Frazão, que narra a história de Raquel, Rosa e Teresa, moradoras de três cidades brasileiras, que, por meio de ativismo, arte e poesia, resistem e propõem novas formas de (con)viver no espaço público. Já no dia 8/10, às 21h30, será a vez do filme "Com o terceiro olho na terra da profanação", que retrata o cotidiano de três garotas de Nilópolis, que se revela uma cidade misteriosa.

Clique aqui para acessar a programação completa.

Serviço:

A palavra Líquida 2021

"Feminismos: Corpos múltiplos"

De 5 a 10 de outubro de 2021

YouTube Sesc RJ

Instagram: @sescrio e @sescniteroi

Programação completa aqui.

Fonte: Ascom

Comunicar erro
tESTAGEM

Comentários

728x90 - Folheie Exclusivo
PHNjcmlwdCBkYXRhLWFkLWNsaWVudD0iY2EtcHViLTY2NDI3Nzk1NDcyNzUwMjgiIGFzeW5jIHNyYz0iaHR0cHM6Ly9wYWdlYWQyLmdvb2dsZXN5bmRpY2F0aW9uLmNvbS9wYWdlYWQvanMvYWRzYnlnb29nbGUuanMiPjwvc2NyaXB0Pg==